South African Airways cancela voos enquanto aguarda novo aporte do governo

A South African Airways (SAA) se viu obrigada a cancelar certos voos domésticos (entre Joanesburgo, Cape Town e Durban) e voos internacionais para Munique, entre os dias 20 e 24 de janeiro, enquanto aguarda o governo se desdobrar para encontrar maneiras de injetar mais US$ 137 milhões às finanças da transportadora nacional, que não registra lucros desde 2011 eentrou em concordata agora no mês de dezembro. 

Essas decisões estão alinhadas com a política usual da SAA de revisar voos e consolidar serviços com baixa demanda. Além disso, durante o processo atual de resgate e reestruturação, esses cancelamentos representam uma estratégia responsável para economizar dinheiro e otimizar a posição da companhia aérea antes de qualquer investimento de capital adicional “, disse o porta-voz da SAA, Tlali Tlali.

O próprio Departamento de Empresas Públicas da África do Sul, em nota divulgada no domingo (10), afirmou que segue engajada com o Tesouro Nacional para arrecadar fundos. O desejo do governo para o futuro da South African Airways inclui a criação de uma companhia aérea sustentável, competitiva e eficiente ao lado de um parceiro estratégico; um “basta” no passado de resgates e aportes; e minimizar as perdas de empregos.

A South African Airways já recebeu US$ 3,9 bilhões de aporte desde 1994.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta