Flight Report: voamos no A321neo da Azul para Recife



Quinta-feira, 23 de janeiro. Manhã de chuva em Campinas e região, temperatura em torno dos 19 graus. Eram as condições encontradas pelos clientes do voo AZU6973 com destino ao Recife. O voo foi operado pelo novíssimo Airbus A321neo – o primeiro do Brasil – que tem capacidade para 214 passageiros.

Check-in e embarque

Como o hotel em que estava hospedado era próximo ao aeroporto e o check-in já estava feito, fiz o check-out às 05:50 e às 06:00 já estava em Viracopos.

Após uma rápida passagem pelos procedimentos de segurança, adentrei a sala de embarque. O portão previsto para o voo seria o C10, localizado no píer C do Aeroporto de Campinas. O embarque começou no horário, às 06:50. Primeiro embarcaram as prioridades por lei, em seguida os clientes Tudo Azul Diamante, e por fim, os clientes das seções 1, 2 e 3, respectivamente.

O voo

Após o embarque ser finalizado, acomodei-me na poltrona 22A. A bordo, estavam 122 passageiros, aproximadamente 57% da capacidade máxima da aeronave. Cerca de 9 minutos após as portas serem fechadas, iniciamos os procedimentos de pushback e acionamento, às 07:39. A tripulação técnica era composta pelo Comandante Felippe Martins e o Primeiro Oficial André. A tripulação de cabine era composta pelos comissários Samual, Vanessa, Maria, Mariana e Paula.

Após um breve táxi até o ponto de espera da pista 15, aguardamos o pouso de um Embraer 195 da companhia e fomos autorizados a decolar. Às 07:54, com 24 minutos de atraso em relação ao horário previsto de partida, os pilotos deram potência nos dois motores CFM LEAP-1A e iniciamos nossa corrida de decolagem.

Nosso procedimento de saída foi o BOCAS 2A com transição em UTGER, interceptando a aerovia UZ23. Voamos por muito tempo dentro da camada de nuvens, pois uma grande massa de ar estava por toda Minas Gerais, o que causou algumas turbulências leves e de curta duração. Devido ao mau tempo em rota, só recebi o serviço de bordo às 09:04.

O serviço de bordo foi composto de snacks (polvilho salgado, pão na chapa, bolo de baunilha com chocolate, bala de gelatina) e maçã. Para beber, as opções eram Coca Cola, Coca Cola Zero, Fanta Guaraná, suco de caju, suco de laranja e água. Ao término do serviço, foi oferecido aos clientes um copo quente de café.

Inicialmente seguimos no nível de voo 370 (aproximadamente 11.277 metros), porém posteriormente ascendemos ao 390 a fim de livrar zonas de instabilidade.

Pelo fato do avião ter vindo direto da fábrica e já ter iniciado os voos com passageiros, ainda não foi possível a instalação da LiveTV, já presente nos A320neo da empresa. Com isso, o entretenimento de bordo ficou por conta da revista Azul Magazine e do aplicativo Azul Play, que conta com séries, filmes e músicas. Cabe destacar que em breve a aeronave também contará com internet Wi-Fi a bordo.

No voo estava presente Marcelo Bento, Diretor de Relações Institucionais da Azul. Durante a viagem, conversou com alguns passageiros e também percorreu a aeronave, para conhecê-la melhor.

Bento disse que a aeronave abre oportunidades para a companhia operar um número maior de frequências nas rotas mais longas. Ele também destacou: “Com um maior número de assentos disponíveis e um consumo de combustível mais econômico, conseguimos oferecer tarifas mais competitivas para os clientes. Por enquanto, só temos uma aeronave A321neo, então o impacto na redução das tarifas não chegou com força, mas tem previsão de ter redução ainda este ano.”

Num total de 13 aeronaves encomendadas, apenas uma foi entregue até o momento. O segundo A321neo ainda não tem data exata para a entrega, mas o executivo disse que o PR-YJB deve chegar entre abril e maio deste ano.

Ao sobrevoar o estado de Alagoas, próximo a cidade de Maceió, atingimos nosso TOD (Top of Descent, nosso ideal de descida, em português) às 10:05. O tempo na região já se mostrou muito melhor em comparação àquele que enfrentamos durante grande parte do voo. Nossa chegada foi a ZIPAR 1A, para o procedimento ILS W da pista 18 do Aeroporto Internacional Gilberto Freyre.

Tocamos o solo às 10:27, 13 minutos antes do previsto. Apesar do atraso na decolagem, conseguimos tirar uma boa diferença em voo.

O avião

O A321neo da Azul possui uma configuração para 214 passageiros, em classe única. Cada assento possui uma tela individual sensível ao toque, com entrada USB e para fone de ouvido. Um detalhe interessante é a cor da iluminação interna, que pode ser ajustada de acordo com o horário do voo, trazendo mais conforto aos passageiros.

A aeronave possui ao total três banheiros, sendo um na parte dianteira e dois na parte traseira.

Cada fileira possui duas tomadas para o carregamento de aparelhos eletrônicos.

Ao término do desembarque, permanecemos na aeronave para conhecê-la melhor, além de conversar com todos os tripulantes sobre a operação da nova máquina. Logo em seguida, fomos ao pátio do aeroporto para fazer as fotos externas do A321neo e acompanhamos de perto todos os trabalhos envolvidos na realização do despacho do voo feitos pelos funcionários de solo.

Considerações finais

A Azul tem em sua frota um excelente produto que abrirá novas oportunidades. A aeronave concilia um bom alcance, com um bom consumo de combustível e uma boa capacidade em levar passageiros e carga. A configuração para 214 clientes deixa o A321neo com um bom espaço para as pernas e a futura instalação da internet Wi-Fi e da LiveTV ampliará ao máximo a experiência do passageiro no avião.

Agradecemos à Azul pelo convite e pela oportunidade, bem como a todos os funcionários que viabilizaram nossa presença.



Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta