USAF busca substituto para seu “Avião do Fim do Mundo”

Aeronaves em serviço estão chegando ao fim de sua vida operacional.


A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) está buscando um substituto para seus quatro Boeing E-4B National Airborne Operations Center (Centro Nacional de Operações Aerotransportado), também chamado de Nightwatch. O modelo baseado no 747-200 é conhecido popularmente como “Avião do Fim do Mundo” e está chegando no final de sua vida útil.

O E-4B Nightwatch é um centro de comando e controle aéreo para que o presidente dos EUA, o secretário de defesa e outros chefes de estado-maior e representantes do governo possam coordenar e repassar ordens às Forças Armadas no caso de um ataque grande o suficiente para que os centros de comando em solo sejam destruídos. Por isso recebeu o apelido de Avião do Fim do Mundo. A aeronave tem uma autonomia de 12 horas que pode ser estendida por meio de reabastecimento em voo, e por causa de sua importância estratégica, um dos quatro aviões da frota está sempre pronto 24 horas por dia.

Boeing_E-4B_(747-200B),_USA_-_Air_Force_AN2170281
O infame “Avião do Fim do Mundo”. Foto: Toshi Aoki – JP Spotters. 

A USAF deve solicitar propostas para os fabricantes ainda em fevereiro do ano que vem. Uma das possibilidades é o Survivable Airborne Operations Center Weapon System (SAOC WS), uma aeronave que deverá unir as capacidades do E-4B Nightwatch com as do E-6B Mercury, o centro de comando e controle aéreo da Marinha dos EUA. Uma das aeronaves que provavelmente serão propostas para o SAOC WS é o 747-8, mesmo avião escolhido para substituir o 747-200 presidencial dos EUA, designado VC-25A pela USAF.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta