Congo Airways adquire jatos Embraer E175

Pedido firme contempla duas aeronaves com opção para outras duas.

A Embraer e a Congo Airways anunciaram o pedido firme para dois aviões E175, com opção para mais duas aeronaves do mesmo modelo. O contrato estimado em US$ 194,4 milhões entrará na carteira de pedidos da fabricante no quarto trimestre de 2019.

Segundo Desire Bantu, CEO da Congo Airways, os jatos da Embraer substituirão os turboélices da companhia. Ele também afirmou que o Embraer E2 é uma opção para a companhia africana: “Esses novos jatos substituirão nossa frota atual de turboélices e nos permitirão servir rotas tanto na República Democrática do Congo quanto regionalmente para a África Ocidental, Central e Sul a partir da nossa base em Kinshasa. Agora, teremos a flexibilidade e aeronaves de tamanho adequado para atender nosso mercado, que está crescendo tão rapidamente que um pedido adicional pode ser necessário, para o qual o E2 é uma opção particularmente atraente.”

Continua após a publicidade

e175-congo-airways-detail

“É ótimo receber outra companhia aérea na família de operadores da Embraer, especialmente na África, onde a demanda por viagens regionais está crescendo fortemente. Esperamos ansiosamente apoiar a Congo Airways à medida que continua ampliando a oferta de serviços aos seus clientes”, disse Raul Villaron, Diretor de Vendas para Oriente Médio e África, Embraer Aviação Comercial.

Os dois jatos terão 76 assentos totais, sendo 12 na classe executiva. As entregas deverão começar no quarto trimestre de 2020. Atualmente, a Congo Airways conta com dois jatos Airbus A320-200 e dois turboélices Bombardier Dash 8-Q400.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta