América Latina terá o dobro de aeronaves Airbus nos próximos 20 anos

A estimativa é que em 2040 mais de 3 mil aeronaves Airbus estejam operando nas companhias latinas.

A Airbus, em seu estudo mais recente a respeito da previsão do mercado global entre os anos de 2019 e 2038 (GMF 2019-2038), previu que para atender a demanda na América Latina nos próximos 20 anos a frota de Airbus passará a ser de 3000 aviões, sendo 2700 novas aeronaves e 300 aeronaves que já operam nos dias de hoje. Para pilotar esses aviões, a Airbus prevê a necessidade de 47.550 novos pilotos e 64.160 técnicos a serem treinados nas próximas duas décadas, o que representa 9% da demanda global por pilotos e 10% por técnicos.

LATAM A350
No Brasil, a LATAM é a maior operadora de aeronaves Airbus do país.

O tráfego de viajantes vem aumentando cada vez mais, o número de passageiros dobrou desde 2002 e a estimativa é que o número de viagens per capita aumente de 0,43 em 2018 para quase 0,86 em 2038. Os mercados líderes desse crescimento são Brasil, México e Colômbia, enquanto o Chile deverá crescer de 0,89 para 2,26 viagens per capita.

Avianca Star Alliance A330-200

Christian Scherer, CCO da Airbus, destaca: “O crescimento anual de 4% reflete a natureza resiliente da aviação, enfrentando choques econômicos de curto prazo e distúrbios geopolíticos. As economias prosperam no transporte aéreo. Pessoas e bens querem se conectar. Globalmente, a aviação comercial estimula o crescimento do PIB e dá suporte a 65 milhões de meios de vida, demonstrando os imensos benefícios que nossos negócios trazem a todas as sociedades e ao comércio global.”

 

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta