Avianca Argentina suspende operações

Cenário da subsidiária argentina controlada pelo Grupo Synergy é parecido com o da Avianca Brasil.

Frente ao cenário econômico argentino e aos problemas enfrentados pela própria companhia, a Avianca Argentina decidiu nesta sexta-feira, 07, suspender suas operações. A suspensão ocorre depois da paralisação de funcionários da empresa, que reivindicam a quitação de seus salários.

A Avianca Argentina apresentou à Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC), uma solicitação para deixar de operar voos regulares, por três meses sem a perda dos direitos de aeronavegabilidade da aérea. Segundo Carlos Colunga, presidente da Avianca Argentina, durante o prazo de 90 dias será elaborado um plano de reestruturação.

ATR72-600 Avianca Argentina Confins CNF Belo Horizonte

A saída natural seria a venda de ativos da companhia, conforme acontece com a Avianca Brasil, ambas pertencem ao Grupo Synergy, de propriedade de Germán Efromovich, sem ligação com a Avianca Holdings, cujo o controle é da Kingsland Holdings Limited, de Roberto Kriete (Ex dono da Taca Airlines), que possui 14,4% das ações da empresa com sede em Bogotá.

A Avianca Argentina operava vinte voos semanais a partir do Aeroparque, em Buenos Aires, sendo doze frequências para Santa Fé e oito para Mar del Plata, ambas com aeronaves ATR72-600.

Sob o nome de Avian Líneas Aéreas, a marca colombiana, chegou a Argentina através da aquisição da MacAir pelo Synergy, as ações foram transferidas em outubro de 2016, viabilizado a entrada da empresa na primeira rodada de distribuição de rotas e frequências do atual governo argentino.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!