ANAC é impedida pela justiça para redistribuir slots da Avianca Brasil

Medida foi divulgada nesta tarde.

Continua após a publicidade

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) foi impedida pela justiça de São Paulo para redistribuir os slots da Avianca Brasil. A medida visa garantir a realização do leilão dos ativos da Avianca Brasil que está programado no próximo dia 10 de julho.

A318 Avianca
Os Airbus A318 da Avianca Brasil foram os últimos a serem retirados da frota.

No despacho, o juíz Rodrigues Filho esclarece que a Agência “vem adotando diversas medidas administrativas voltadas à retomada dos slots em absoluta contrariedade ao quanto estabelecido pelo plano de recuperação judicial e ao quanto já determinado pelo Egrégio Tribunal de Justiça de São Paulo”.

Sem os slots, a Avianca Brasil não teria ativos para leiloar no próximo dia 10 de julho, para pagamento de parte de seus credores, sendo que a dívida gira em torno de 3 bilhões de reais. A companhia aérea parou de voar no mês passado, após a retirada de quase a totalidade de sua frota operacional, e sem recursos financeiros para manter a operação.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta