E175-E2 tem sua produção iniciada

Primeira fuselagem do menor modelo da família E2 foi vista na fábrica.

Continua após a publicidade

A Embraer (que em breve passará a ser Boeing Brasil), começou a produção do terceiro e menor modelo do E175-E2. A primeira fuselagem já está finalizada e foi registrada em sua fábrica, em São José dos Campos (SJK).

O jato, que terá a capacidade para transportar entre 80 à 90 passageiros em configurações distintas, deverá entrar em testes até o final do ano. A fabricante brasileira, estima que o consumo de combustível será reduzido em até 16% em comparação ao jato antecessor, E175.

acdffa8d-b7cd-457b-bd82-0fc87327048f
A primeira fuselagem já está finalizada e foi vista em São José dos Campos (SJK).

Apesar da produção do E175-E2 ter sido iniciada, a Embraer espera que sua operação comercial comece apenas em 2021, um ano de atraso conforme era previsto inicialmente. Este fato aconteceu após a fabricante não ter convencido ainda os sindicatos dos Estados Unidos a aceitarem a introdução do novo jato nas companhias aéreas regionais, devido seu peso máximo de decolagem ser superior ao limite estipulado para aviação regional no país.

O Estados Unidos é o maior cliente dos jatos da Embraer, e por isso um acordo seria fundamental para o sucesso do novo E175-E2, que já possui 100 pedidos.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta