Construção de nova pista deve ser exigência na concessão de Congonhas

Nova pista com 2.000 metros será principal exigência no contrato de concessão.

De acordo com matéria de Daniel Rittner, publicada no Valor Econômico, o governo de Jair Bolsonaro planeja a substituição das duas pistas do aeroporto de Congonhas, por uma nova e única pista.

A nova pista com 2.000 metros de comprimento, seria a principal exigência no contrato de concessão do aeroporto à iniciativa privada. O projeto custaria R$ 1 bilhão, segundo estudos preliminares da Secretaria de Aviação Civil (SAC).

IMG_3311
Um dos possíveis novos planos diretores de Congonhas.

Uma nova pista, mais centralizada no sítio aeroportuário, disponibilizaria espaço para saídas rápidas, otimizando as operações de pousos e decolagens. Outros ganhos citados são áreas de escape mais amplas e a distância maior do pátio principal, que dariam mais segurança e diminuição dos mínimos operacionais por instrumentos (IFR).

O projeto prevê aterros de pequeno porte nas duas cabeceiras da futura pista, e algumas desapropriações na Avenida Pedro Bueno, no bairro do Jabaquara.

O aeroporto paulistano entrará na última rodada de privatizações do setor, entre 2021 e 2022, conforme um esboço de cronograma já traçado pelo Ministério da Infraestrutura.

 

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta