Conselho de Administração da Embraer ratifica aprovação de acordo com a Boeing

Acordo segue para a aprovação dos acionistas e autoridades regulatórias.

Após o governo brasileiro aprovar o acordo com a Boeing, o Conselho de Administração da Embraer ratificou ontem (11), a aprovação prévia dos termos da parceria estratégica com a Boeing.

A parceria Embraer e Boeing será submetida à aprovação dos acionistas, das autoridades regulatórias, bem como a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo. Caso as aprovações ocorram no tempo previsto, a expectativa é que a negociação seja concluída até o final de 2019.

Embraer E190-E2

A Boeing deterá uma participação de 80% e a Embraer os 20% restantes. A fabricante americana pagará US$ 4,2 bilhões pelo controle na nova empresa.

Depois que a transação for fechada, a joint venture será liderada por uma administração brasileira, incluindo um presidente e diretor executivo. A Boeing terá o controle operacional e administrativo da nova empresa, que se reportará diretamente ao presidente e CEO da Boeing. A Embraer manterá os direitos de consentimento para determinadas decisões estratégicas, como a transferência de operações do Brasil.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta