Primera Air encerra suas atividades

Primera Air encerrará todas as operações à meia-noite de 1º de outubro de 2018, após 14 anos de operações.

A Primera Air, marca que opera a Primera Air Sandinavia e a Primera Air Nordic está declarando falência, alegando dificuldades financeiras. A companhia aérea publicou um comunicado de imprensa confirmando que vai cessar suas operações.

B6ADB2F6-2E57-4EF6-8FF1-F45C07C14DDD-1117-00000072AA76EAE1
Um dos cinco A321neo recém incorporado pela Primera Air

Inicialmente um texto dirigido aos funcionários circulava nas redes sociais, horas depois a Primera Air confirmou a veracidade do e-mail direcionado aos seus colaboradores. Em comunicado, a empresa afirmou que encerrará suas operações a partir de amanhã, dia 02 de outubro. A Primera Air mantém em seu site, um aviso voltado aos passageiros com passagens marcadas para os próximos dias.

Comunicado oficial da Primeira Air:

Com um grande pesar, devemos informar que a Primera Air encerrará todas as operações à meia-noite de 1º de outubro de 2018 e entrará no processo de administração, após 14 anos de operações.

Durante os últimos 2 anos, vários eventos infelizes imprevistos afetaram severamente a situação financeira da Primera Air. Em 2017, a empresa perdeu uma aeronave das operações devido a sérios problemas de corrosão e teve que arcar com o custo total de reconstrução, resultando em uma perda de mais de 10 milhões de euros.

O ano de 2018 começou com um fantástico início de projeto de longa distância de baixo custo com uma nova frota de Airbus A321neo, no entanto, devido a atrasos severos nas entregas de aeronaves, este começo acabou sendo extremamente problemático: problemas operacionais, cancelamentos de vários vôos, perda de receitas são apenas alguns para mencionar. Além disso, para cumprir as nossas obrigações perante os passageiros, a Primera Air alugou aeronaves e suportou custos adicionais de mais de 20 milhões de euros.

 

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta