South African Airways está tecnicamente falida

Segundo relatório, empresa possui dívida bilionária e ativos serão vendidos.

Segundo o jornal local “City Press” um executivo da South African Airways (SAA) revelou que as finanças da empresa estão em frangalhos e que o Auditor Geral levantou sérias preocupações sobre sua viabilidade. Um relátorio da administração e gestão considera uma série de medidas agressivas de redução de custos, incluindo a venda de seu ramo de catering, terceirização ou venda da unidade cargueira da SAA.
_MG_8147
O Airbus A340 da South African Airways no GRU Airport.

 

O mesmo relatório culpa a situação da SAA aos pés de seu conselho anterior e ao ex-presidente, Dudu Myeni. O documento apontou corrupção desenfreada na South African Airways. A dívida do grupo subiu para R28 bilhões (R$ 7,9 bilhões) enquanto tem apenas ativos no valor de R13 bilhões (R$ 3,7 bilhões), os custos mensais estão entre R350 milhões (R$ 99 milhões) e R450 milhões o equivalente a 128 milhões de reais.

20180923_230338.png

A SAA já recebeu mais de R19 bilhões (R$ 5,4 bi) em resgates do governo, diz-se que a companhia aérea precisará de outros R21 bilhões ou R$ 6 bilhões até 2021.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta