CEO da Air France-KLM pede demissão após proposta de acordo salarial ser rejeitada

Chefe Executivo do grupo Air France-KLM entregou o cargo após proposta salarial aos funcionários ser rejeitada.

O CEO do grupo Air France-KLM, Jean-Marc Janaillac, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira (4), após a proposta de reajuste salarial feita aos funcionários ser rejeitada.

Mais de 55% dos funcionários votaram contra o acordo proposto, que previa aumento de 7% dos salários entre os anos de 2018 e 2021. A computação dos votos foi feita online, com participação de 80.33% dos colaboradores. Jean-Marc Janaillac lamentou a oportunidade perdida de acordo, e enviará sua demissão ao conselho da empresa.

C847FB08-1F8B-4F02-B1D8-28032F5AA07F-447-000000537396EC27
Aumento salarial seria de 7% no período de quatro anos.

“Assumo a responsabilidade pelas conseqüências dessa votação e, nos próximos dias, apresentarei minha renúncia aos conselhos da Air France e da Air France-KLM”, disse Janaillac em entrevista coletiva.

CB46EA85-99D3-46BA-84E4-514C0DD249C6-940-0000005E7F260767
Jean-Marc Janaillac

 

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta